Não Há Novos Neste País

Plágio surgido da releitura do artigo de António J. Branco “Não Há Novos Neste País” (05.03.16)

António J. Branco, In, Crónicas do Meu País

Somos um povo manso?

…acobardados no limbo do “antes assim que pior”.
… Vivemos de história sem recordar a memória, esquecendo (ou não querendo lembrar) de que não há história sem memória nem memória sem história.

Prometeis um mundo novo.

Somos um povo ingénuo?

… Não há qualquer distinção entre legalidade “legal” e legalidade ética. E o povo (manso e ingénuo), encolhe os ombros, assobia para o lado e diz, “fez o mesmo que fizeram os outros”. É um safe-se quem puder! (excepto o coxo porque é coxo, o cego porque não vê e o burro porque é burro).

Calai-vos que pode o povo.

Somos um povo manipulado?

Folheamos jornais (mesmo a maior parte sendo pasquins) e revistas, visualizamos estações de televisão e ouvimos estações de rádio, engolindo os comentários “inteligentíssimos” dos comentadeiros sábios que sabem tudo … emitindo em cada caractere escrito e em cada som pronunciado um certificado de burrice aguda a cada um de nós, manipulando-nos cada vez mais nesta mansidão de ingénua comodidade.

Querer um mundo novo a sério.

É o que faz falta

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s