Face

Me gusta cuando duermes y pareces casi etérea.

Me gusta, no porque calles ni estés distante, si no porque sueñas y, quizás, yo forme parte de ese sueño. Y en ese sueño sea yo exactamente lo que tú quieres y deseas.

Me gusta cuando duermes, porque mientras te miro, sin que lo sepas, nadie podrá molestarte siendo yo tu caballero andante,  y disfruto del secreto de guardarte.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s